sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Minha razão
                                                                                                                                           Willyam Firme
Como o majestoso sol
Que ilumina minhas veredas,
Como as estrelas
Que na escuridão do espaço
Tem sua luz própria,
Como a delicada rosa
Que é linda e perfumada
Mas não deixa de ter alguns espinhos,
Como o mel
Que é puramente doce,
Como a águia
Que é perspicaz,
És assim
Mas não pertence a mim.
Tão lasciva quanto uma sereia
Tao resistente como um baobá
Você me fez querer te amar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário