quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Estudante do Campus São Paulo do Potengi tem projeto aprovado no CNPq

Victor Hugo dos Santos Farias, do curso integrado em Meio Ambiente, foi selecionado em edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio – PIBIC-EM do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Victor Hugo, do curso de Meio Ambiente,
desenvolve pesquisa na área
de descarte de eletrônicos.
A Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação do IFRN (PROPI)divulgou na última segunda-feira, dia 04 de agosto, os projetos selecionados para o Programa Institucional de Apoio à Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), referente aos Editais Nº 09/2014, 10/2014, 11/2014 e 12/2014. Entre os escolhidos, o resultado final inclui o estudante Victor Hugo dos Santos Farias, do curso integrado em Meio Ambiente do CampusSão Paulo do Potengi.  
Destinado à convocação de propostas de projetos de pesquisa dos estudantes do ensino médio, o Edital Nº 12/2014 selecionou o projeto “Descarte de Materiais e Resíduos Eletrônicos”, orientado pelo professor Jean Carlos da Silva Galdino.
O professor Jean acredita que a seleção do projeto sobre descarte de materiais servirá de estímulo à novas pesquisas dentro do próprio Campus São Paulo do Potengi. Em sua página na internet há vasta lista de links e bibliografia sobre assuntos de interesse afim. Basta clicar aqui para ser levado ao endereço virtual do professor e conhecer mais sobre o assunto. Segundo o professor a iniciativa busca o reaproveitamento de equipamentos eletroeletrônicos que tenham sido descartados pela comunidade. Esse reaproveitamento - de parte ou de um todo - desse “lixo” é a atividade-base da pesquisa, e pretende evitar o descarte desse material no meio ambiente. O substrato restante, ou seja, aquilo que não é reaproveitado em novos equipamentos, é encaminhado à reciclagem em indústrias especializadas.
Victor Hugo, o aluno que teve seu projeto selecionado, acredita que é importante retirar e tratar dos resíduos eletrônicos antes que eles façam mal ao meio ambiente e, por consequência, às pessoas. Segundo ele:
“(...) todo mundo entende a importância da reciclagem. Projetos como esse podem motivar muitas pessoas e atingir uma escala muito maior, chegando até a cidade (São Paulo do Potengi). Trabalhar em coisas assim incentiva o estudante”, disse.
Pesquisa
Para a professora Ulissandra Ribeiro, coordenadora de extensão no Campus, esse é um marco importante, mas se deve, também, destacar a proficiência de um Campus tão novo e já repleto de projetos. Segundo ela, a unidade de São Paulo do Potengi conta com quatro projetos, o do de pesquisa e um de extensão:
·         CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DO ASSOREAMENTO DO RIO DE POTENGI – Orientado pela própria Ulissandra (tendo Willyam Firme como bolsista), essa pesquisa trata do fomento à discussão na comunidade sobre o processo de alerta de assoreamento do Rio Potengi e a importância do uso consciente da água. Seu intuito é despertar nos alunos a vocação científica, através do estímulo à pesquisa;
·         ESTUDO DAS IMPLICAÇÕES DAS OLIMPÍADAS DE QUÍMICA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NAS ESCOLAS NO TERRITÓRIO DO POTENGI e ESTUDO DAS IMPLICAÇÕES DAS OLIMPÍADAS DE FÍSICA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS NAS ESCOLAS NO TERRITÓRIO DO POTENGI – os dois estudos, liderados pela professora de química, Ulisandra Ribeiro e pelo professor Sidney Rocha, de física, auxiliados pelos gêmeos Guilherme e Gustavo de Freitas Maia, respectivamente, pretendem desenvolver uma pesquisa sobre a contribuição/articulação da Olimpíadas para o ensino de ciências e a consequente mobilização das escolas de educação básica na região do Potengi;.
 ·         VIVER COM DIGNIDADE – projeto de extensão sob orientação da professora Elizabete Sobral (junto com os bolsistas Paulo e Jéssica), foi o primeiro projeto aprovado no Campus e visa proporcionar aos idosos da comunidade um atendimento multidisciplinar, tendo como foco desenvolver práticas corporais, aumentando a aptidão física dessa população. 

Um comentário:

  1. Em complemento ao conteúdo da matéria publicada, acrescentamos a seguinte informação:

    Desenvolvido pelo estudante Matheus Vinicius da Silva Dantas, o projeto REUTILIZANDO SUCATAS DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS, também orientado pelo professor Jean Galdino, objetiva identificar e quantificar as placas e os diversos componentes que são encontrados computadores descartados no lixo comum;

    ResponderExcluir